Back to Top

Mara Gabrilli é eleita para comitê da ONU sobre pessoas com deficiência

Mara Gabrilli é eleita para comitê da ONU sobre pessoas com deficiência

A deputada Mara Gabrilli vai integrar o Comitê da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Gabrilli foi eleita no pleito de 12 de junho, em Nova Iorque (EUA), e permanecerá na comissão por quatro anos.

O Brasil incorporou a convenção há sete anos, por meio do decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009.

Desde janeiro do ano passado, vigora no País a Lei Brasileira de Inclusão (nº 13.146/2015), totalmente norteada pela convenção internacional.

A brasileira foi indicada como pré-candidata durante recente reunião da delegação brasileira na conferência dos Estados que integram a convenção.

DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MUNDO

Gabrilli integrará o comitê entre 2019 e 2023, participando de duas reuniões semestrais, com 20 dias de duração, na Suíça.

A parlamentar foi relatora da LBI no Congresso Nacional, legislação que elevou o patamar mundial do Brasil nesse segmento específico.

Segundo a deputada, vários países citam a LBI como exemplo do que pode ser feito para se cumprir a Convenção.

Ter um membro nesse comitê internacional proporciona ao nosso País um grande salto de qualidade nesse tema”, celebra a brasileira.

Os custos da participação são totalmente bancados pela Organização das Nações Unidas, inclusive passagens de avião em hospedagem das equipes.

CONVENÇÃO TEM ADESÃO DE QUASE 200 PAÍSES

Países que aderiram à convenção e seu protocolo facultativo apresentam relatórios periódicos sobre a implementação dos direitos expressos no tratado.

O comitê analisa os relatórios para apresentar suas preocupações e recomendações. Seu protocolo facultativo permite examinar denúncias ou questionar violações.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (ONU), o mundo tem aproximadamente um bilhão de pessoas com deficiência.

Mesmo em países desenvolvidos, há falhas em questões fundamentais para que pessoas com deficiência exerçam sua cidadania de maneira plena.

O Brasil é referência internacional por sua ampla legislação no setor, com destaque para a Lei de Cotas (nº 8.213/1991).

COMPLIANCE EM ACESSIBILIDADE WEB

Os serviços de acessibilidade digital da eSSENTIAL Accessibility ajudam empresas a permanecer em compliance com as orientações da WCAG 2.0.

Nossos testes são feitos por pessoas com deficiência que usam tecnologias assistivas para avaliar websites, APPs, com análise de cada etapa do projeto e sua eficiência.

Aplicamos testes progressivos contínuos que seguem a metodologia W3C para garantir conformidade com os requerimentos de acessibilidade apropriados.

Além disso, alinhamos documentos PDF à diretrizes para garantir conformidade com as recomendações relevantes, e garantimos ainda que áudios e vídeos estejam acessíveis a todos, com legendas, transcrições e audiodescrição.

BROWSER ACESSÍVEL DA ESSENTIAL ACCESSIBILITY

O app para acessibilidade digital eSSENTIAL Accessibility permite navegação livre na internet e uma experiência completa para pessoas com deficiências.

Pessoas que convivem com restrições de diversos tipos precisam das tecnologias oferecidas pela eA para a garantia de sua independência.

Nosso app para acessibilidade digital tem cursor controlado por face tracking, substituição de toque, mouses alternativos e leitor de tela.

Oferecemos ainda cursor ‘easy grid’, clique visual, cursor comandado por voz e até controle de joystick da cadeira de rodas.

É a evolução do app para pessoas com deficiência navegarem na internet ou em redes corporativas com autonomia e segurança.