Acessibilidade web fortalece a inclusão de pessoas com deficiência intelectual

Acessibilidade web fortalece a inclusão de pessoas com deficiência intelectual

A inclusão de pessoas com deficiência intelectual no trabalho, educação e lazer é fortalecida com recursos de acessibilidade na web.

É fundamental entender que tornar uma página de internet acessível é benéfico para todos os usuários, com e sem deficiência.

Ainda assim, deve-se observar as características de cada indivíduo e, se necessário, promover a abertura de caminhos com estrutura específica.

Não pode existir inclusão parcial. Uma deficiência intelectual, assim como qualquer outra, não deve ser barreira para navegação na web.

É essencial considerar que o recurso criado para melhorar a experiência de uma pessoa ou grupo aprimora a de todos.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NO TRABALHO

O mercado corporativo tem mostrado cada vez mais interesse em práticas inteligentes de inclusão e acessibilidade no ambiente de trabalho.

A contratação de pessoas com deficiência por suas habilidades, vocações, capacidades e experiências ganha maior espaço diariamente nas empresas brasileiras.

Projetos inclusivos com participação direta e constante de gestores e lideranças têm, comprovadamente, maiores chances de obter sucesso e longevidade.

Assim como apostar em avaliações lineares sobre profissionais com deficiências e suas restrições resulta na baixa qualidade das oportunidades oferecidas.

Reflexos positivos da inclusão eficiente de todas as pessoas são percebidos na evolução do negócio e de toda a companhia.

Essa prática também gera equipes muito mais engajadas e amplia o conhecimento sobre os benefícios da diversidade para a sociedade.

Incluir pessoas com deficiência intelectual no mercado de trabalho ainda é um enorme desafio, repleto de vários mitos e estigmas.

Para ultrapassar essas barreiras, parcerias de empresas com instituições especializadas podem modificar a compreensão sobre deficiências intelectuais e suas características.

Na Dinamarca, o empresário Thorkil Sonne criou a ‘Specialisternee‘ para incluir pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no trabalho.

Pai de um menino com autismo, o empreendedor percebeu que seu filho tinha talentos úteis em empresas, principalmente de tecnologia.

Entre as principais características do jovem estavam sua grande capacidade de atenção e concentração, boa memória e atenção aos detalhes.

No Brasil, desde 2015, a empresa dinamarquesa mantém um projeto de capacitação e formação em tecnologia para pessoas com autismo.

Especialistas e psicólogos ajudam no desenvolvimento de habilidades sociais, com foco em adaptação, identificar talentos e habilidades de cada pessoa.

Os envolvidos participam de atividades para verificar sua performance e aprendizado, e seus relatórios integram um banco de talentos atualizado.

Outro exemplo vem da SAP, que conduz o programa global ‘Autism at Work‘ para manter 1% de colaboradores com autismo.

COMPLIANCE PARA ACESSIBILIDADE

Os serviços de acessibilidade digital da eSSENTIAL  Accessibility ajudam empresas a permanecer em compliance com as orientações da WCAG 2.0.

Nossos testes são feitos por pessoas com deficiência que usam tecnologias assistivas para avaliar websites, APPs, com análise de cada etapa do projeto e sua eficiência.

Aplicamos testes progressivos contínuos que seguem a metodologia W3C para garantir conformidade com os requerimentos de acessibilidade apropriados.

Além disso, alinhamos documentos PDF à diretrizes para garantir conformidade com as recomendações relevantes, e garantimos ainda que áudios e vídeos estejam acessíveis a todos, com legendas, transcrições e audiodescrição.